23 de Outubro de 2017
geral@cm-amares.pt
14:17

Educação e Ação Social

Página inicial > Educação e Ação Social > Ação Social > Rede Social

 REDE SOCIAL

O Programa Rede Social surge num período de afirmação duma nova geração de políticas (as políticas sociais activas), que, ao assentarem na consciência colectiva dos problemas sociais, tornam cada indivíduo em particular, e a sociedade no geral, responsáveis pela erradicação da Pobreza e Exclusão Social, e pela promoção do Desenvolvimento Social Em concreto, estamos a falar da organização e mobilização das comunidades locais na resolução dos próprios problemas, mediante a assunção duma postura pró-activa e participativa, que promova e crie respostas específicas para as realidades do local. A lógica aqui subjacente, é que é no local onde os problemas ocorrem, que os mesmos devem ser solucionados (territorialização da intervenção), a partir e através da articulação intersectorial, e da racionalização, rentabilização e maximização dos recursos existentes no território.


Este Programa é um poderoso instrumento de Planeamento Estratégico, orientado por cinco grandes princípios:
     – Participação, Integração, Articulação, Subsidiariedade, Inovação – e que se concretiza localmente através do Diagnóstico (conhecer o território) e do Plano de Desenvolvimento Social (intervir no território) – Conhecer o território para nele Intervir de forma adequada!

No fundo, e em última análise, podemos definir a Rede Social como um Programa Metodológico (orientador da intervenção) assente no Planeamento e na Avaliação.

É no decorrer do ano 2002, num contexto marcado pela determinação em efectuarem-se profundas mudanças ao nível da intervenção social no Concelho, que é implementada a Rede Social em Amares.

A Implementação da Rede Social em Amares obedeceu a duas Fases:
     
     1ª Fase – Lançamento. Nesta Fase, o objectivo foi a formalização do Conselho Local de Acção Social (CLAS), mediante a elaboração dum Regulamento Interno (RI) e de um Plano de Trabalho (PT). Em Amares esta 1ªFase ficou concluída no dia 6 de Novembro de 2002, com a apresentação e aprovação do RI e do PT (para o 1º ano de implementação da Rede) em plenário do CLAS;
        
     2ª Fase – Execução. Nesta Fase, os objectivos foram a elaboração do Pré-Diagnóstico, e do 1º Diagnóstico e Plano de Desenvolvimento Social (PDS) concelhios. Depois de aprovado o Pré-Diagnóstico no dia 28 de Março de 2003, foram então aprovados o Diagnóstico e o PDS 2004-2007, em 25 de Junho de 2004.

Em Novembro de 2007 foram aprovados o Diagnóstico e PDS 2007-2009.

Neste momento, encontram-se em actualização o Diagnóstico e o PDS, no sentido da elaboração dos próximos documentos de Planeamento concelhios (Diagnóstico e PDS para o período 2009-2011).

 

Clique aqui para ter acesso ao Diagnóstico e PDS 2010 - 2013.

Diagnóstico Social - Plano de desenvolvimento Social 2015-2021

Diagnóstico Social