28 de Junho de 2017
geral@cm-amares.pt
04:43

Notícias Relacioandas

Não existem notícias relacionadas disponíveis.

Notícias

Notícias

Município de Amares felicita a Delegação de Amares da Cruz Vermelha pelos 30 anos de existência

29-12-2016

A Cruz Vermelha de Amares esteve, ontem, em festa para assinalar os 30 anos da delegação. Numa noite que juntou os voluntários, que dedicam as suas vidas em prol da comunidade, os principais responsáveis da instituição, autarcas, e demais população, o presidente da Câmara Municipal, Manuel Moreira, felicitou publicamente a corporação pelas três décadas de dedicação ao serviço dos amarenses.

“É com enorme satisfação que a Autarquia comemora com a delegação de Amares da Cruz Vermelha Portuguesa estes 30 anos de vida. De facto, têm sido três décadas sempre a crescer e Amares tem orgulho nesta casa construída por tantos homens e mulheres sempre dispostos a trabalhar em prol dos outros”, sublinhou Manuel Moreira, deixando uma palavra muito especial de apreço a todos aqueles que ao longo dos anos fizeram parte da Cruz Vermelha, particularmente, aos socorristas, “pela paixão com que desempenham esta missão”, e ao comandante António Brandão “que têm feito um trabalho excelente, pelo seu empenho e dedicação”.

Reconhecendo a nobreza do trabalho prestado pela Delegação de Amares da Cruz Vermelha, o presidente da Câmara Municipal entregou, ainda, uma verba, contribuindo com a recente aquisição de três novas ambulâncias, benzidas durante a cerimónia das comemorações.

Manifestando “um profundo gosto” por assinalar os 30 anos da instituição, António Brandão destacou que “a Cruz Vermelha de Amares é hoje uma referência a nível nacional”. Em 30 anos, formámos 270 voluntários e temos milhares de pessoas socorridas, o que nos dá imensa satisfação”.

“Só sabe o que isto é quem passa por estas experiências. Quando se socorre alguém sobretudo de uma paragem cardio respiratória é uma sensação inexplicável e única”, frisou o comandante, lembrando a importância de socorrer com qualidade, cumprindo todos os protocolos de emergência para ter mais sucesso. “A Cruz Vermelha é isto, é dedicação, este entusiasmo, esta vitalidade e isto só é possível porque temos um grupo enorme de voluntários que dão o corpo e a alma a esta instituição”.

Já o presidente da delegação, Mário Mendes, lembrou que “a Delegação de Amares não se desvia um milímetro de ter socorristas com boa formação e ambulâncias em bom estado de conservação e segurança”.

Visivelmente emocionado, o Delegado Regional da Cruz Vermelha Portuguesa, Francisco Alvim, foi agraciado com uma recordação, especialmente elaborada por um ex-socorrista para assinalar a data.

Para além da bênção das novas viaturas e do bolo de aniversário, a cerimónia comemorativa contemplou as condecorações de Jorge Azevedo da Silva – a título póstumo – e Dionísio Pinheiro pelo permanência na instituição ao longo dos anos, e, ainda, a atribuição do título de zeladora da Cruz Vermelha, designadamente na freguesia de Goães, a Maria de Lurdes Rodrigues, que passará a servir de elo de ligação entre a Cruz Vermelha e a população.