19 de Novembro de 2017
geral@cm-amares.pt
04:37

Notícias Relacioandas

Não existem notícias relacionadas disponíveis.

Notícias

Notícias

AMARES TRAÇA CAMINHO PARA OFICIALIZAR O ENSINO ARTÍSTICO MUSICAL NO CONCELHO

30-08-2017

O Município de Amares acaba de dar mais um importante passo no sentido de impulsionar o desenvolvimento cultural do concelho. A antiga escola primária de Caires vai ser reconvertida em estabelecimento de ensino artístico com objetivo de oficializar o ensino de música, promovendo atividades de índole cultural, educação musical e artística, bem como, o desenvolvimento de ações de natureza pedagógica.

O contrato de comodato, através do qual o Município de Amares cede, a título gratuito, o edifício incluindo o logradouro, à AECA – Associação Educação Cultura e Artes, para que esta aí crie o respetivo estabelecimento de ensino artístico, reconhecido pela Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEST) foi assinado ontem pelo presidente da Autarquia, Manuel Moreira, e pelo presidente da AECA, João Ferreira.

Na ocasião, o presidente do Município de Amares lembrou que a valorização cultural é umas das apostas do seu executivo que “reconhece nas gentes de Amares uma forte vocação artística em diversas áreas”.

“Aquilo que se espera com este projeto é que o mundo da educação, na vertente artística, crie alicerces e seja um sucesso e, neste sentido, damos as mãos a este projeto, em que eu acredito imenso, para criar uma escola de música concelhia, que dê oportunidade aos amarenses de desenvolver as suas competências e apostar na sua formação”, frisou Manuel Moreira.

“Evitar que os alunos tenham que se deslocar para fora do concelho para frequentar o ensino musical e criar condições para fixar profissionais da área musical do concelho” são, de acordo com o presidente da AECA, os objetivos principais desta escola de música.

“Esta intenção surgiu já em 2015, mas só agora foi encontrado um edifício que reunisse condições de acordo com os requisitos propostos da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares”, sublinhou João Ferreira.

O projeto vai ser submetido a parecer do Município de Amares e da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares, esperando-se avançar com as obras de reconversão logo que esteja aprovado.