19 de Novembro de 2017
geral@cm-amares.pt
04:35

Notícias Relacioandas

Não existem notícias relacionadas disponíveis.

Notícias

Notícias

AMARES FOI SALA DE CONVÍVIO E DE BOA GASTRONOMIA NO 13º FESTIVAL DA CERVEJA E DA FRANCESINHA

10-08-2017

A boa gastronomia voltou a servir de atrativo ao concelho de Amares em mais uma Festival da Cerveja e da Francesinha, que decorreu entre os dias 3 e 6 de agosto. A 13ª edição do evento reuniu, em plena Praça do Comércio, em Ferreiros, milhares de apreciadores para se deliciaram com este petisco, acompanhado pela refrescante cerveja e por um programa de animação diversificado.

“O Festival da Cerveja e da Francesinha de Amares é um evento que tem 13 anos de história, que começou com um modelo de gestão diferente, e que o Município de Amares decidiu apoiar, à semelhança daquilo que faz com outras iniciativas, para dar continuidade a este certame, confiando a sua gestão à Junta de Freguesia de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, e o resultado desta aposta é visível no êxito de mais uma edição”, começou por referir o vice-presidente da Câmara Municipal de Amares, Isidro Araújo.

“Trata-se de um evento de referência que marca já o calendário de verão de muitas famílias amarenses residentes no concelho e emigrantes, assim como, visitantes, e que, uma vez mais, voltou a ser o centro das atenções nestes quatro dias partilhados entre a boa gastronomia e o convívio”, sublinhou Isidro Araújo.

O presidente da Junta da União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, Paulo Gomes, lembra que a organização tem procurado “manter a tradição e honrar a memória de quem no passado lançou, e bem, este evento ” que é na sua opinião “uma prova dada de sucesso”.

“Durante estes quatro dias o nosso concelho foi uma verdadeira sala de convívio e mesmo com muitas festas a acontecer um pouco por todo o lado conseguimos atrair muita gente o que é excelente”, concluiu.

Este ano, o Festival da Cerveja e da Francesinha contou com a presença da Pastelaria Bom Doce e da Tasquinha Tomada´s. Poucos dias depois do término desta edição, os responsáveis pelos dois espaços de restauração traçam, também, um balanço “muito positivo”.

“Foi muito bom. Para ser a nossa primeira participação devo dizer que foi excelente. Sentimos que as pessoas gostaram muito e aderiram em massa”, referiu Rui Tomada, da Tasquinha Tomada´s. “O festival serviu de montra para o nosso restaurante o que é ótimo. Esta semana há pessoas que nos tem vindo procurar porque gostaram daquilo que encontraram e tem curiosidade de conhecer mais os nossos serviços”.

A mesma opinião foi partilhada por Nuno Baptista, da pastelaria Bom Doce, que diz que desde que decidiu participar o ano passado, pela primeira vez, tem sentido uma maior afluência diária à sua pastelaria.

“A experiência foi muito positiva e, por esse motivo, este ano decidimos voltar. Esta edição para mim superou as expetativas tendo em conta que para além do nosso stand na Praça do Comércio houve muita gente a procurar as nossas francesinhas na própria pastelaria”, acrescentou, reconhecendo a importância deste género de iniciativas para dinamização da economia local.